Tendências para 2021

Ano marcado para sempre na história da humanidade, 2020 chegou ao fim.

E deixou, inegavelmente, uma longa lista de ensinamentos.

Na área da embalagem, o aprendizado foi gigantesco.

O isolamento social, provocado pela pandemia, fez as plataformas de e-commerce decolarem. No Brasil, o e-commerce registrou um crescimento de 47% no primeiro semestre de 2020 – maior alta em 20 anos. Os números foram levantados pela 42ª edição do Webshoppers estudo elaborado semestralmente pela Ebit|Nielsen, em parceria com a Elo.

Nesse ritmo, as embalagens ganharam novas responsabilidades. Afinal, entregar produto com a embalagem amassada ou violada reduz a chance de recompra e consequente fidelização de novos consumidores.

A ordem da vez é investir em embalagens que garantem a preservação do conteúdo. Robustez, segurança e leveza sãos as tendências contemporâneas no e-commerce.

A pandemia da Covid-19, sem dúvidas, se tornou catalisadora das mudanças. A modalidade “contato mínimo” no varejo é realidade. As pessoas evitam manusear diferentes produtos e diminuem o tempo de presença física nos estabelecimentos.

Abre-se então a oportunidade perfeita para produzir embalagens que atendem o novo comportamento de consumo. 

Sempre relevantes, as cores assumem o protagonismo. O fato é que as grandes marcas conhecem o poder de conexão das cores junto aos consumidores.

Para 2021, o Instituto Pantone indica duas cores independentes: PANTONE 17-5104 Ultimate Gray + PANTONE 13-0647 Illuminating. O amarelo vibrante proporciona alegria e energia. Já o cinza transmite a ideia de base consolidada. Vale ressaltar que é primeira vez que a Pantone seleciona a cor cinza.  

O plástico, caro leitor (a), gradativamente está se tornando carta fora do baralho. A marca Nescau anunciou a substituição de 100% dos canudos plásticos de suas bebidas por produtos à base de papel.  A substituição vai se estender também para todo o portfólio de bebidas da Nestlé, o que vai fazer com que a empresa deixe de utilizar mais de 300 milhões de canudos plásticos por ano a partir de 2021 – totalizando cerca de 128 toneladas de plástico a menos. Estas informações foram colhidas no site da Revista EmbalagemMarca.

Escolhas alimentares mais saudáveis também estão na liderança das tendências. Recentemente, a Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou, por unanimidade, a nova norma sobre rotulagem nutricional de alimentos embalados.

De acordo com a Anvisa, a medida melhora a clareza e a legibilidade das informações nutricionais presentes no rótulo dos alimentos e auxilia o consumidor a realizar escolhas alimentares mais conscientes. 

A novidade estabelece mudanças na tabela de informação nutricional e nas alegações nutricionais, bem como inova ao adotar a rotulagem nutricional frontal.

Por fim, mas não menos importante, vem a relação com as ferramentas oferecidas pela Indústria 4.0. A Inteligência Artificial ajuda a entender as necessidades e os anseios dos consumidores; a Realidade Aumentada permite a inserção de elementos virtuais no mundo real; Big Data Analytics é usado pelos fabricantes para diminuir falhas, aumentar a produtividade e disponibilidade de equipamentos, produtos e serviços.

O bom disso tudo é que as embalagens fazem a convergência com diferentes tecnologias e tendências.

O bom disso tudo é que você tem a Ápice como parceira para produzir embalagens e atender diferentes perfis de consumidores.

Feliz Ano Novo!     


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *