Quando o consumo cresce, a impressão de embalagem agradece.

Não dá para negar que o Brasil passou por poucas e boas nos últimos anos. Aliás, diga-se de passagem, a economia mundial está enfrentando desafios específicos e precisa criar formas de se reinventar. Mas, no momento, vamos nos reter ao Brasil que é grande por natureza e já tem seus percalços característicos.   

Hoje a ótima notícia é que o consumo voltou a crescer. A recente pesquisa sobre Intenção de Consumo das Famílias (ICF), calculada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), revelou que houve evolução de  2,7% entre janeiro e fevereiro de 2019. Alcançamos, conforme o ICF, a quarta alta consecutiva. Na comparação com fevereiro de 2018, a ICF teve alta de 13,1%.

Outro ponto favorável à retomada é que, segundo a CNC, o cenário de inflação e a queda gradual do desemprego impulsionarão o consumo das famílias. A sinalização de que os juros básicos deverão permanecer inalterados no curto prazo também contribui para o resgate das condições positivas de consumo. A tendência é que continue em alta.  

Definitivamente esse movimento é bom para todos e ainda serve para fortalecer o setor de embalagens. Recente estudo elaborado pela Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e a Euromonitor International apontou que, em 2018, a produção de embalagens movimentou um total de R$ 78,5 bilhões (valor bruto) e registrou um crescimento de 10,4% em relação a 2017. O Estudo ABRE Macroeconômico e de Tendências, apresentado pela Angélica Salado, Analista Sênior da Euromonitor, traçou um panorama interessante do setor.

Para analisar as tendências de embalagens por categorias, foi utilizada a base de dados Passport da Euromonitor, que inclui as embalagens primárias do varejo de alimentos processados, bebidas, produtos de limpeza, cosméticos, produtos de cuidados pessoais e alimentos para pets. Esta base de dados não considera as embalagens secundárias e/ou de transporte.

A executiva da Euromonitor expôs algumas tendências. São elas:

– Marcas regionais e de nicho ditam ritmo de inovação e ganham relevância de mercado;

– Lojas de conveniência ganham espaço para consumo on-the-go e desafiam os canais de foodservice;

– Consumidores buscam experimentação: diferentes tamanhos de embalagens permitem testar marcas e sabores;

– Bebidas mistas ganham força frente à cerveja e aos destilados, criando novas ocasiões de consumo com tamanhos, formatos e sabores;

– Racionalização nas compras: embalagens maiores, canais mais baratos (atacarejo) e marcas regionais/próprias e Maximização no uso: consumidores querem evitar o desperdício dos produtos.

Outra clara tendência que chega para movimentar ainda mais o consumo é a efervescência da criação de marcas próprias. Na Europa, as marcas próprias de varejo alcançaram sua maior participação histórica de mercado no setor de alimentos: em Portugal representam 41%; na Alemanha 45%; Inglaterra, 46% do total das vendas do setor. Já nos Estados Unidos cresceram 3,2% no último trimestre de 2017, enquanto as chamadas marcas nacionais, decresceram 0,5%. Estima-se que, nos próximos anos, irão representar 25% de tudo que se vende nos supermercados naquele mercado.

No Brasil, estima-se que as marcas próprias representem entre 6,5 e 7% nesse setor, muito abaixo da média de países mais maduros e concentrados. Ou seja, ainda há muito espaço para crescimento.

Levando em consideração todos os fatos e argumentos expostos até aqui é natural pensar que a embalagem serve como a indutora de consumo. Por isso é fundamental que as marcas invistam em impressos exclusivos e diferenciados.

A Ápice Artes Gráficas é um exemplo de gráfica com forte experiência na produção de embalagens. Só para se ter uma ideia do compromisso com o setor, a gráfica conta com a primeira impressora da América Latina a alcançar 20 mil folhas por hora. Sem esquecer de destacar a equipe de profissionais especializados, afinal a Ápice, há mais de 40 anos, atua focada no setor de embalagens.

Converse conosco e entenda como a empresa está preparada para falar sobre ideias inovadoras e valor agregado. A sua embalagem merece!   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *