Interativa e cativante. A nova fase da embalagem chegou!

A economia enfrenta o desafio de reativar o hábito do consumo. Para isso se tornar realidade todos devem se adequar às normas de segurança e higiene e precisam garantir o bem-estar de funcionários e clientes.

Com as condições econômicas mais apertadas e o aumento da concorrência, chegou o momento de repensar estratégias, renovar padrões e investir em embalagens que criam conexão emocional.

É neste ponto que se renova a importância da embalagem que, além de manter e proteger o produto, deve chamar a atenção em uma prateleira lotada ou em uma loja online.

Loja online? Sim, porque não?! A interatividade chegou para ficar no design de embalagem. Contas indicam que há mais de 3.4 bilhões de pessoas em todo o mundo usando smartphones. É muita gente disposta a comprar em qualquer momento do dia ou da noite.

Ou mesmo tempo, estima-se que a indústria de embalagens terá 21 bilhões de produtos conectados em 2020. Atentos por natureza, os designers de embalagens apostam suas fichas nos códigos QR de segunda geração e na comunicação em campo próximo.  

Como as pessoas estão gastando mais tempo online em telas pequenas, as fontes grandes são mais convidativas. Consequentemente, o uso delas é uma tendência a ser explorada na produção da embalagem.   

Ainda no quesito tendência, podemos dizer que a realidade virtual fincou sua bandeira. Trata-se de uma oportunidade ótima para criar conteúdos e fidelizar novos consumidores.

Por sua vez, a Associação Internacional de Fabricantes de Hologramas (IHMA), baseada no estudo “Tecnologias de combate à contrafação, autenticação e verificação”, ressalta que existe a expectativa de crescimento no uso de tecnologias de autenticação.  O mercado mundial de hologramas, diz a IHMA, deverá crescer cerca de 27% nos próximos cinco anos. 

Priorizar a ergonomia, ou seja, projetar a embalagem para uso humano – em vez de esperar que os indivíduos se adaptem ao design – é outra ação de sucesso.

Vale também confiar no poder da embalagem sazonal que auxilia no aumento das vendas e abre oportunidade para apresentar produtos ou lançar extensão de linha.  O consumidor sempre se mostra disposto a pagar mais por embalagem premium, exclusiva ou de edição limitada.

Veja o exemplo da Perdue Farms, empresa americana de alimentos congelados, que, ao lançar seu canal de comércio eletrônico, investiu em embalagens 100% recicláveis. O isolamento dos produtos é feito de amido de milho solúvel em água.

Sim, o mercado está cada vez mais complexo e competitivo. A sua embalagem precisa acompanhar o ritmo. Converse com quem entende de produção de embalagem. Fale agora mesmo com a Ápice. Fica a dica.           


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *